domingo, 25 de setembro de 2016

Bento do Amaral Coutinho - Capão da Traição,

Bento do Amaral Coutinho (Rio de Janeiro, c. 16501711) foi um sertanista brasileiro. Descrito como "carioca alentado, homicida e insolente", perseguido por seu envolvimento em roubo de escravos, evadiu-se para asMinas Gerais, onde participou na Guerra dos Emboabas. Em janeiro de 1709, liderando forças emboabas (mais de mil homens armados, enviados por Manuel Nunes Viana), fez quartel no arraial da Ponta do Morro, enviando expedições contra os paulistas na região. Os paulistas bateram em retirada e, perseguidos, travou-se combate às margens do rio das Mortes. Mediante promessa de garantia de vida por Bento do Amaral Coutinho, cerca de trezentos paulistas renderam-se. Entretanto, apesar da palavra dada, Coutinho chacinou os seus prisioneiros no episódio chamado de Capão da Traição, episódio que causou comoção popular, assinalando a queda de prestígio do líder emboaba Manuel Nunes Viana.
De volta ao Rio de Janeiro, combateu os piratas invasores, como herói nacional, franceses, perecendo em combate.