segunda-feira, 14 de março de 2016

Entradas e bandeiras - Consturando caminhos

Cronologia do Bandeirismo de Preação

  • 1557 - Os espanhóis edificam Ciudad Real del Guayrá, próximo à foz do rio Piquiri, no que hoje é o extremo oeste do estado do Paraná.
  • 1562 - João Ramalho ataca as tribos do rio Paraíba, enquanto os jesuítas ajudam a dissolver a Confederação dos Tamoios.
  • 1576 - Os espanhóis fundam Vila Rica do Espírito Santo, na margem esquerda do rio Ivaí.
  • 1579 - Jerônimo Leitão ataca as aldeias das margens do Anhembi (Tietê).
  • 1594-1599 - Afonso Sardinha e João do Prado investem contra as tribos do Jeticaí (atualmente conhecido como rio Grande que, na junção com o rio Parnaíba, forma o rio Paraná).
  • 1595 - Uma carta régia proíbe a escravização dos indígenas.
  • 1597 - Martim Correia de Sá parte do Rio de Janeiro e chega ao rio Sapucaí ou Verde
  • 1602 - Nicolau Barreto percorre os sertões do Paraná, Paraguai e Bolívia, atingindo as nascentes do rio Pilcomayu.
  • 1606 - Manuel Preto segue rumo ao sul, à frente de uma bandeira.
  • 1607 - Outra expedição, dessa vez chefiada por Belchior Dias Carneiro, dirige-se para o sul do Brasil.
  • 1610 - Jesuítas castelhanos fundam os povoados de Santo Inácio e Loreto, na margem esquerda do rio Paranapanema.
  • 1619 - Manuel Preto ataca aldeias de Jesus, Maria e Santo Inácio (província do Guairá)
  • 1620 - Os jesuítas iniciam o povoamento do atual Rio Grande do Sul, com duas administrações: a província do Tape, com seis "povos", e a do Uruguai, com dez reduções.
  • 1623-1630 - Onze aldeias compõem a província do Guairá, limitada pelos rios Paranapanema, Itararé, Iguaçu e Paraná (margem esquerda).
  • 1626 - Surge a província do Paraná, com sete reduções, entre os rios Paraná e Uruguai.
  • 1628 - Manuel Preto e Antônio Raposo Tavares destroem as reduções do Guairá, em várias campanhas que terminam em 1633.
  • 1631 - Os jesuítas criam a província do Itatim a sudeste do atual Mato Grosso.
  • 1633 - Antonio Raposo Tavares inicia a invasão do atual Rio Grande do Sul.
  • 1639 - A Espanha concede permissão para que os índios se armem.
  • 1640 - Os jesuítas são expulsos de São Paulo.
  • 1648 - Uma expedição chefiada por Raposo Tavares
  • Governo-geral, Matias Cardoso de Almeida enfrenta os "índios bravos" do Ceará e do Rio Grande do Norte em sucessivas campanhas que terminam em 1694.
  • Fontes: https://pt.wikipedia.org/wiki/Entradas_e_bandeiras
  •